Formas de geração de receita para condomínios

Formas de geração de receita para condomínios

Como transformar as atividades padrão do condomínio em uma opção de receita.

Em tempos de dificuldade financeira, é preciso ser criativo. Condomínios geram despesas, isso é um fato. Mas, será que existe uma forma de diminuir o gasto que é desdobrado nos boletos dos condôminos? Entre aluguel de espaço, aluguel de salas compartilhadas, podemos ver mais algumas alternativas para melhorar essa situação:

Lixo limpo

Um condomínio de grande porte, ou seja, com mais de 200 apartamentos, pode produzir, ao ano, cerca de 90 toneladas de lixo limpo. A reciclagem desses materiais pode ser uma solução para a geração de renda pelo espaço. Além disso, o lixo orgânico também pode ser utilizado. Em condomínios com espaços como jardins, onde há terra, existe a opção de se construir uma composteira para o uso de adubos nesses lugares.

O trabalho em equipe é fundamental. É preciso que os moradores desenvolvam a consciência de que estão fazendo um bem tanto à natureza quanto aos seus próprios bolsos, unindo o útil ao necessário. Outra boa ideia dentro da questão do lixo limpo é a do recolhimento de óleo de cozinha usado que também pode ser fonte de receita para os moradores. Para se ter uma ideia, cada litro de óleo pode ser vendido por aproximadamente R$ 0,35 ou pode ser utilizado para a produção de sabão caseiro, atividade comum entre alguns moradores.

Bom sinal

A colocação de antenas de celular é outra opção na hora de gerar receita nos condomínios. Apesar da boa oportunidade, ainda existem discussões sobre o prejuízo que essa opção pode causar à saúde dos moradores, devido ao risco de radiação. Portanto, optando-se por essa ideia, é importante que se faça periodicamente a medição de irradiação no espaço, além de os indivíduos que vivem no local terem de passar, anualmente, por uma verificação de saúde, como medida de precaução.

Esta é uma das formas de geração de receita para condomínios mais discutida, pois ainda não se sabe ao certo se de fato existem tantos efeitos nocivos por parte das antenas como se divulga nos meios de comunicação.

Salas compartilhadas

Existem condomínios que possuem salas para uso dos moradores, geralmente no andar térreo do prédio. Uma outra solução para aumentar a receita do condomínio é alugar esses pequenos espaços para atividades comerciais que visem beneficiar a atividade do próprio espaço, como salões de beleza, distribuidoras de leite e pão, pet shops, oficinas de costura e sapataria. O aluguel pode ser definido pela administradora do condomínio e pode ser uma ótima alternativa tanto para melhorar a receita quanto para facilitar a vida dos moradores, pois o acesso a esses serviços se torna mais ágil. Há também a possibilidade de terceirização de espaços como a academia do condomínio, o que também geraria renda.

A união faz a força

Além dessas sugestões, ações que partam dos próprios moradores podem gerar renda no condomínio. Bazares, bingos e bailes abertos ao público são eventos que podem trazer novas possibilidades de renda, e se realizados voluntariamente pelos moradores, podem ser uma boa solução, capazes de gerar uma renda média de R$ 1500,00, além de ser uma boa forma de interação social. Além disso, outras atividades como venda de alimentos, compotas, bolos e congelados, pode auxiliar nessa empreitada pela diminuição das taxas dos condôminos.

A propaganda é a alma do negócio

Outra forma de alugar o espaço para terceiros é através da locação de paredes e marquises para a publicidade. Porém, é preciso verificar as leis e regras sobre essa medida na cidade, pois algumas restringem o tamanho de anúncios e letreiros.

Redução de gastos

Condomínios possuem altos gastos com energia e água. Soluções como a instalação de hidrômetros individuais, que auxiliam no controle dos gastos de cada apartamento, e instalação de placas solares, para uso de todo o espaço, são válidas e reduzem imensamente os gastos com esses serviços. Assim, apesar de um investimento inicial relativamente alto, o retorno compensa. Instalação de sensores para acendimento e desligamento de luz em espaços comuns e estacionamentos também reduz os gastos para os moradores. Campanhas de conscientização sobre o uso controlado da água também pode ser uma solução para a redução desses gastos.

Balanço geral

Algumas soluções foram propostas, mas a criatividade sempre é bem-vinda em momentos financeiramente delicados. Uma boa administração e a conscientização dos moradores é o que, no fim das contas, torna todo momento difícil uma oportunidade nova para crescimento e busca de soluções conjuntas. Por isso, é muito importante que os moradores mantenham uma boa comunicação com as administradoras do condomínio, trazendo novas ideias, questionando regras antiquadas e renovando-as. Consciência e criatividade são a chave para a economia de todos.

Deixe uma resposta