Mês: setembro 2018

Dicas

A Família vai aumentar? 5 dicas da Imobiliária Guaíra de decoração para quartos de bebê

Veja alguns pontos que vocês como pais precisam se atentar na hora de decorar o quarto do filhote.

A chegada de um filho em uma família precisa ser um momento de tranquilidade, muita alegria e muito planejamento, afinal são várias mudanças que acontecem ao mesmo tempo. E o quarto do bebê é uma das principais mudanças. O casal logo de início já precisa pensar nos detalhes para ter um quarto prontinho pra quando o novo membro da família chegar.

E para não se desesperar e deixar tudo organizado da maneira que você e se conjugue esperam, é necessário começar a pesquisar cada detalhe com muita atenção. Do papel de parede aos móveis para troca de fraldas, da caminha ou berço aos penduricalhos, tudo precisa ser pensado com carinho para receber essa nova vida com conforto e aconchego.

Por isso, hoje separamos algumas dicas de decoração para o quarto do seu bebê.

Principais recomendações de decoração segundo a Imobiliária Guaíra

A primeira coisa que você precisa colocar na cabeça é: não existe, de fato, decoração de quarto de bebê feminina ou masculina. Na verdade, isso é muito mais uma questão de preferência dos pais do que uma imposição do mercado. É possível fazer a decoração de um quarto de uma menina com a cor azul, por exemplo, uma cor costumeiramente associada aos meninos.

Outro ponto muito importante da decoração do quarto de bebê são os móveis essenciais para o quarto do recém-nascido: berço, cômoda com trocador. Ainda vamos falar de outros detalhes sobre o berço mais a frente, como a possibilidade de usar uma cama montessoriana, mas este de fato é um item essencial do quarto.
A poltrona de amamentação também é conhecida como um item essencial dos quartos de bebês, mas pode ser colocada na sala, na sacada do apartamento, por exemplo, ou no lugar da casa em que a mãe se sinta mais confortável. O importante é que seja uma poltrona almofadada, aconchegante e que faça a mãe pensar apenas no filhote.

1- Escolher os móveis certos

Fazer a escolha dos móveis de forma correta é complexo, pois demanda planejamento para não estourar o orçamento da família antes do mesmo do nascimento do bebê, uma fase intensa em ambos os sentidos: nos gastos e nas novas experiências.

Por isso, é ideal comprar móveis que sejam mais versáteis. A cômoda com o trocador, é o exemplo perfeito da palavra versátil. Um móvel onde você pode armazenar todos os produtos para fazer a troca das fraldas – pomadas, lenços umedecidos, alguns pacotes de fraldas, roupinhas limpas; e ao mesmo tempo ter um trocador com acesso fácil a todos eles.

Quando você escolhe um móvel desse tipo, talvez você gaste mais no começo das compras, naquele momento da gestação no qual os gastos aumentam bastante, mas a economia de evitar a compra de 2 móveis separados, além da redução do uso do espaço do quarto são muito boas.

Outra economia que você pode fazer, por exemplo, é com a cama. Comprar um berço que pode virar uma caminha pequena ou usar a cama montessoriana – aquela cama que já fica no chão – são opções ótimas.

A cama montessoriana é uma opção mais interessante por uma questão de autonomia da criança. A ideia dessa cama é a de estimular o bebê desde os primeiros momentos de vida, para que eles explorem o dormitório e cresçam livres e autoconfiantes. E essa exploração já pode começar desde cedo, com alguns meses de idade já.

2- Escolha uma iluminação mais leve

A questão da iluminação é essencial para a qualidade do sono do bebê e para que ele se sinta seguro e confortável dentro do próprio quarto. Busque escolher uma iluminação que possa ser ajustada aos diferentes momentos da criança, em especial no começo da vida dela.

Se o quarto tiver forro no teto, é possível instalar uma iluminação indireta, com spots colocados no gesso ou no forro, fazendo com que o quarto fique aconchegante sem incomodar a vista nem da mãe, nem do bebê.

Além disso, a luz nunca deve ser colocada em cima do berço, da poltrona ou da cômoda, para não prejudicar a vista do bebê também. Procure usar um abajur próximo à poltrona de amamentação, por exemplo, ou um dimmer para intensificar a luz quando necessário e deixá-la em um nível sempre ideal para o bebê não se incomodar.

3- Evite acessórios de decoração

Sabe aqueles carrinhos, bichinhos de pelúcia e outros objetos de decoração que geralmente nunca são tocados e ficam apenas para decoração do quarto? Esqueça esses objetos agora mesmo.

É bom evitar esses tipos de enfeites por conta das crises alérgicas. Hoje em dia, com a má qualidade do ar nos grandes centros urbanos ou mesmo nas cidades menores, já fica bastante complicado manter a saúde respiratória do filhote. Com esses enfeites no quarto, fica ainda pior, já que eles acumulam sujeira e pó o que pode agravar possíveis alergias da criança.

4- Segurança em primeiro lugar

Já ouviu aquela máxima de que o barato sai caro? Então, ela serve bastante para esse mercado. Comprar móveis ou produtos infantis em geral muito baratos pode custar a segurança do seu filhote.

É preciso ter muita atenção nesse ponto, pois investir em móveis, brinquedos e produtos para cuidar do seu filho sempre se paga no longo prazo. E falando na questão da decoração, ou seja, dos móveis, é ideal ter móveis ergonômicos e com certificado de segurança.

5- Não esqueça da parede do quarto

Se você não quer gastar muito com a parede do quarto do bebê, o mais indicado é abrir mão de estampas de bichinhos ou de personagens (esqueça aquele desenho super fofo do Calvin & Haroldo em cima da árvore) e buscar uma cor lisa para a pintura ou para o papel de parede.

Neste caso, a escolha entre as opções não é muito variável no preço. O papel de parede costuma ser mais barato no geral, especialmente se levarmos em conta a mão de obra para aplicação. O que precisa ser levado em conta são os tipos dos materiais: a melhor escolha é o papel de parede vinílico e a tinta lavável, que facilitam a limpeza no caso de eventuais rabiscos da criança.

Qualquer decoração de quarto de bebê precisa de atenção aos detalhes e cuidado com pontos como segurança, conforto e versatilidade, mas sem o amor dos pais pelo construção de um ambiente aconchegante, cheio de carinho e afeto, essas dicas se tornam apenas dicas.

Busque o melhor que vocês podem dar para o filhote com base na realidade de vocês. Depois, quando ele ou ela estiver mais velho(a), vai valer a pena demais e vocês terão grandes lembranças de quando montaram o quarto do bebê.

Gostou do artigo? Veja o nosso sobre animais domésticos em imóveis
E veja também como é fácil comprar um imóvel com a Cred Pago!

Dicas

Os melhores bairros de Santo André e suas diferenças? A Imobiliária Guaíra aponta

Os melhores bairros de Santo André precisam ser definidos por uma Imobiliária de Santo André, certo? A Guaíra Imóveis te leva para um tour virtual.

Imobiliária Santo André que conhece a cidade que ama e divide com a população. Uma Imobiliária que sabe onde estão os melhores points, os lugares movimentados, os barzinhos e os locais para relaxar.

Enfim, para falar, é necessário ter autoridade sobre o assunto. A Guaíra Imóveis respira e vive Santo André, e pode te guiar pelos melhores caminhos em busca do melhor apartamento para alugar ou da melhor casa para comprar.

Para isso, uma Imobiliária de Santo André especializada em Santo André é o necessário para falar sobre… Santo André! Dessa forma, indicaremos os melhores caminhos, as melhores regiões e também as diferenças entre os bairros.

A escolha final fica à sua preferência. Seja um local mais cômodo e tranquilo, seja um local mais próximo ao centro, ou ainda uma região arborizada.

Tudo vai da escolha aliada à personalidade de cada um. Imóveis em Santo André é o que não faltam, e a Imobiliária Guaíra te mostra os melhores pontos para conseguir os mais belos imóveis em uma das cidades da Região do ABC.

Quer saber os melhores locais para encontrar as melhores moradias da cidade? Então venha conhecer os 5 melhores bairros de Santo André que separamos para você que busca um apartamento para alugar ou uma casa para comprar. Veja!

5 ótimos bairros indicados pela Imobiliária Santo André

Cinco excelente opções dos mais diferentes aspectos. Para abranger todos os gostos, sabores e trejeitos. Um verdadeiro tour virtual pelos melhores bairros de uma das belas cidades da Região do ABC.

Vila Valparaíso entre as melhore opções de bairros em Santo André

O bairro Valparaíso tem sido uma constante nas indicações da Imobiliária Guaíra em Santo André. Isso se deve ao fato de ser um bairro novo, moderno e escolhido, atualmente, por diversos empreendimento imobiliários novos em folha.

Totalmente seguros, impecavelmente modernos e um encanto na infraestrutura. Prédios excelentes para quem deseja alugar apartamento pela Imobiliária Santo André junto à Guaíra Negócios.

Para quem almeja a tranquilidade, sem se afastar de uma boa localização. Próximo à Avenida Atlântica, e perto de Universidades, o bairro é uma excelente opção.

Vila Assunção e a proximidade ao Parque Central

O bairro fica próximo ao Parque Central, sendo um dos 11 parques localizados na cidade, conhecido por sua grande extensão e a alta concorrência para um espaço num piquenique dominical.

Um ambiente bastante familiar, contato com a natureza e ideal para práticas esportivas. Morar perto do bairro é uma ótima pedida para quem deseja colocar corpo e mente em dia.

A garantia de qualidade de vida é única nos imóveis do bairro da Vila Assunção. Ótimo lugar para procurar imóveis em Santo André.

Bairro Jardim: belo, mas caro

O Bairro Jardim é o mais caro de toda Santo André. Alguns dos imóveis mais valorizados se encontram na região, onde apresenta o mais alto valor pelo m² na cidade.

Oferecendo uma ótima qualidade de vida, ambiente arborizado, seguro e opções com condomínio fechado. O Bairro Jardim não poderia faltar numa lista preparada por uma Imobiliária de Santo André.

A Guaíra Negócios considera o bairro uma excelente opção para famílias com crianças, bem como para quem necessita chegar rapidamente a São Paulo.

Centro ainda conta com opções interessantes

Mesmo com o grande movimento, fluxo e agito, o Centro ainda é um dos melhores bairros de Santo André. No coração da cidade, o centro é uma grata opção para quem deseja ficar perto de tudo – e da real cidade.

Contando com imóveis em Santo André que oferecem excepcional qualidade de vida, proximidade e acessibilidade, o centro ainda é uma das ótimas indicações para viver.

Turismo, mobilidade urbana e beleza. O centro é a certeza da vivência em meio a Santo André que todos desejam ver.

Vila Gilda: a opção da Imobiliária Santo André que proporciona variedade

Por fim, temos a Vila Gilda, com suas ótimas ofertas de imóveis em Santo André. Oferecendo uma gama de lazer para as mais abrangentes idades, a Vila Gilda é o lar do Shopping ABC.

Além disso, a arborização do local, o fácil acesso ao Parque Central da cidade e o contato direto com a natureza. Todos os artifícios que fazem da Vila Gilda um dos melhores bairros de Santo André.

A Imobiliária de Santo André não poderia deixar de ressaltar esse bairro, que apresenta modernidade, ampla opção para lazer e, claro, acessibilidade. Sem dúvidas, uma das primeiras indicações quando se fala em comprar casa ou alugar apartamento.

Gostou das dicas oferecidas pela Imobiliária de Santo André Guaíra? A Guaíra Negócios buscou trazer um amplo leque de opção para os mais variados gostos, sem claro, deixar de valorizar a cidade de Santo André como um todo.

Gostou do artigo? Veja o nosso último aqui!
Se você se interessar, nosso ebook aqui embaixo tira dúvidas sobre comprar ou alugar, o que é melhor para você nesse momento!

DicasMercado Imobiliário

Comprar ou Alugar? Qual a melhor opção nesse momento para você?

Descubra o que você precisa avaliar na sua vida para determinar qual das duas opções é a mais indicada.

Comprar ou alugar é uma das grandes dúvidas da sociedade brasileira em geral. Muita gente ainda convive com aquelas frases do pai e da mãe na cabeça dizendo: “invista em um bom imóvel”, “a compra da minha casa foi uma das minhas maiores conquistas financeiras”, entre tantas outras do tipo. Mas e aí, será que comprar é melhor do que alugar?

Para responder essa pergunta, precisamos analisar alguns fatores como o atual estado do mercado financeiro e imobiliário brasileiro. Está valendo a pena por conta da queda da taxa de juros? Uma nova oferta de unidades? O crescimento do PIB?

Além disso, é preciso analisar também o seu momento de vida, naturalmente, para saber, por exemplo, se vale a pena morar de aluguel e acumular um valor em investimentos para comprar o imóvel mais tarde com menos parcelas ou até mesmo à vista.

Mercado financeiro e imobiliário

O momento em que vivemos é um momento delicado. As eleições presidenciais deste ano trazem uma instabilidade enorme aos preços de basicamente qualquer investimento no mercado, inclusive o de imóveis.

Isso porque os imóveis, no geral, possuem um valor mais alto e uma liquidez muito baixa, já que representam um investimento que costuma demorar para ser vendido, mesmo em épocas nas quais a economia está forte.

Aliás, o estado da economia é outro ponto que debilita o mercado imobiliário. Os últimos 4 anos foram de grande instabilidade econômica no Brasil. Um impeachment, uma série de promessas feitas e não cumpridas, perda de poder aquisitivo da população, queda na taxa SELIC, aumento da inflação. Parecia que as coisas não iam parar de piorar, mas pararam. E agora, estamos vivendo o momento de retomada econômica do país. Mas, essa retomada demora para surtir efeitos positivos, obviamente.

E mesmo tendo investido em um imóvel nessa época mais turbulenta, ainda é possível corrigir esse problema e evitar continuar pagando juros mais altos. Você pode pedir a portabilidade do financiamento em outra instituição.

É bastante comum migrar o financiamento para outro banco e negociar taxas de juros consideravelmente menores. E para evitar um financiamento com esse tipo de negociação novamente, vale a pena ler nosso artigo sobre algumas dicas de como financiar um imóvel.

O mercado imobiliário também apresenta um paradoxo: apesar dos últimos 4 anos terem sido bastante turbulentos na economia, os preços de imóveis atualmente estão quase estáveis. E, se a opção for realmente investir na compra, talvez possa ser um bom momento.

A explicação? O Índice FipeZap, que monitora o comportamento dos preços de venda de imóveis residenciais em 20 cidades, encerrou o mês de julho próximo ao índice de estabilidade.

Outra modalidade, a de comprar para alugar, também pode valer a pena se você fizer boas análises dos imóveis. Se a ideia não é fazer especulação imobiliária, comprar para ganhar dinheiro com o aluguel acaba se tornando uma boa opção, considerando a queda da taxa básica de juros, a Selic, e a retomada do poder aquisitivo da população de uma forma geral, mesmo antes das eleições.

A Selic, caiu de 14,25% para 6,5% ao ano, em 2018, ou seja, o cenário é positivo para que as famílias voltem a investir em moradias melhores, mesmo alugadas. E o investidor pode comprar com mais certeza mesmo considerando o risco de vacância, aquele tempo em que o imóvel fica sem inquilino, com taxas e impostos como água, luz, condomínio e IPTU sendo pagos pelo próprio investidor.

E se eu não tenho dinheiro agora para comprar, mas quero um imóvel?
Bom, neste caso, você tem algumas opções como:
Financiar o imóvel em um banco ou uma cooperativa de crédito
Guardar dinheiro e morar de aluguel até conseguir o valor para comprar o imóvel
Comprar fundos imobiliários

A 1ª opção você já conhece. É a mais comum de todas e mais divulgada para quem busca um imóvel residencial. A 2ª também muita gente já te contou, inclusive a gente. Mas a 3ª talvez não é tão comum e é um tanto quanto arriscada. Por isso, é preciso fazer uma análise apurada e com calma para investir certo.

No caso, para investir em fundos imobiliários você basicamente possui 2 opções: os fundos imobiliários de papel – um pouco mais conservadoras – que investem em LCI, LCA, CRI e CRA; e os fundos de tijolo, fundos que possuem imóveis físicos como, shoppings centers, edifícios empresariais e hotéis.

Os fundos de investimento representam uma ótima opção para quem busca um imóvel para investimentos apenas e não para morar. Se essa é realmente a sua intenção e seu momento de vida, comece a considerá-la e estudar sobre o assunto.

Mas para saber realmente se vale a pena comprar ou alugar um imóvel residencial, vamos fazer um exercício:

Imagine que você está interessado em um imóvel que custa R$ 450 mil e que você possui este valor para comprá-lo à vista.

Ao optar pela compra, você precisa analisar o custo de oportunidade, ou seja, qual a rentabilidade dos R$ 450 mil se colocados em uma aplicação financeira de baixo risco.

Geralmente dá para alugar outro imóvel com mais ou menos o mesmo espaço e localização por um valor menor do que a rentabilidade líquida mensal dos R$ 450 mil investidos. Um imóvel com aluguel de R$ 2.400,00/mês + R$ 100,00 de IPTU todo mês, por exemplo, te deixaria com R$ 2.000,00 a mais no fim do mês, se você investisse em um ativo com juros de 1%/mês.

Neste caso, vale a pena fazer o que? Obviamente investir o montante total, alugar uma casa por um valor menor do que a rentabilidade líquida mensal e continuar fazendo o seu dinheiro se multiplicar com o poder dos juros compostos.

Mas existem muitas outras nuances em cima desse assunto. A subjetividade de querer realizar o sonho da casa própria, ou a possibilidade de morar em um imóvel alugado por um tempo e logo depois buscar outros imóveis em outras cidades – algo bastante comum para os casais mais jovens, menos presos à uma cidade especificamente, já que o trabalho home office está ganhando espaço no mercado de trabalho.

Por isso, preparamos um guia super especial com detalhes sobre as vantagens e desvantagens de comprar ou alugar um imóvel. Porque é importante ressaltar: não existe, na verdade, certo ou errado nessa situação, existe uma confluência de fatores econômicos/sociais e vontade de quem busca um novo imóvel para morar.

Acesse http://soumais.guairaimoveis.com.br/comprar-ou-alugar-um-imovel e baixe agora!

Mercado Imobiliário

Os cuidados com animais domésticos em imóveis alugados

Quais os principais cuidados ao se mudar para um imóvel alugado junto do amado companheiro de quatro patas? A Imobiliária Guaíra explica!

A Imobiliária Guaíra sabe como animais domésticos são fundamentais na vida de uma pessoa. Mas também entende o outro lado: o de quem aluga o imóvel.

Casas para vender são geralmente a opção preferencial de quem já tem um animal de estimação. Afinal, o espaço será do dono, bem como as regras aplicadas ao imóvel.

No entanto, quando não se tem apartamentos à venda – ou o orçamento é apertado -, o negócio é recorrer ao aluguel. Ao alugar imóveis, as regras válidas serão acordadas segundo o dono do local.

Por isso, a Imobiliária Guaíra separou cuidados e dicas de como lidar com essa situação. Isso porque não é um novo ambiente que vai te afastar de seu grande amigo de quatro patas, certo?

É possível adaptar, focar em alguns cuidados e assim não se desesperar procurando casas para vender ou apartamentos à venda. Imóveis para alugar podem ser uma boa alternativa, basta seguir dicas pontuais de como cuidar dos animais domésticos em apartamentos alugados.

O ponto principal é: entrar em acordo com o proprietário. Estando tudo em ordem, basta ter alguns pequenos cuidados básicos com animais domésticos em imóveis alugados, que tudo estará em harmonia.

O que diz a legislação sobre restrição a animais domésticos em imóveis alugados?

Basicamente, o proprietário, segundo lei, tem o direito de impor as regras de locação segundo sua preferência. Ou seja, o que convém para o proprietário, ele pode estipular em contrato.

Isso não inclui, no entanto, atestar em contrato a orientação sexual do indivíduo, raça ou até mesmo o fato de incluir crianças. Sendo assim, é inconstitucional estabelecer esses tipos de limites.

Na contramão, os pequenos e dóceis animais são, sim, comumente proibidos por alguns proprietários. Contudo, o aviso precisa ser prévio, e estar claro no contato e no contrato de proprietário e locatário.

No entanto, a legislação brasileira é muito mais interpretativa e abrangente quanto à proibição ou permissão de animais domésticos em imóveis alugados.

Claro que, em casas para vender, as regras são suas, e, em imóveis para alugar, as mesmas estarão ao lado do proprietário. Entretanto, a legislação federal acaba estando ao lado do amante dos pequenos bichinhos.

As principais dicas ao ter animais domésticos em apartamentos alugados

A Imobiliária Guaíra já proporciona a primeira dica logo de cara: verifique o que diz o contrato, e, imprescindivelmente, questione o proprietário sobre a questão.

Antes, porém, vamos a algumas dicas, cuidados e atenções necessárias para quem deseja alugar um imóvel, levar seu pet e não ter complicações.

1) A lei está ao seu lado

A legalidade do animal em um imóvel alugado está diretamente relacionada ao respeito pelos direitos ao morador. Sendo assim, os demais integrantes precisam respeitar o desejo de um morador em ter um animal de estimação.

2) É preciso seguir as normas

Se o animal for feroz, atacar, rosnar ou ameaçar algum morador, ou ainda latir durante noites e madrugadas, os demais moradores podem solicitar a retirada do animal. Isso porque o incômodo acaba ferindo o direito ao silêncio e à paz.

3) Seja franco com o proprietário

Lembra da maravilhosa primeira dica da Imobiliária Guaíra? Pois bem. Seja em imóveis para alugar, seja ao ver um apartamento à venda. É importante ser franco, afinal haverá divisão de espaço com outras pessoas em um condomínio.

4) Mostre que não há riscos

Muitas vezes há o temor do proprietário de que o animal doméstico causará danos ao imóvel. Apresente amostras referenciais de onde o animal já viveu, comprovando sua passividade e obediência.

5) Responsabilidade com saúde e danos

Sempre é importante ter responsabilidade pela saúde do animal, seja por ele ou por quem está ao redor. Além disso, é importante deixar claro para quem é morador compartilhado do condomínio que, sob eventuais danos, as despesas serão devidamente sanadas.

Imobiliária Guaíra atesta: animais de estimação são ótima companhia, basta se ater aos cuidados

Não é um problema ter animais de estimação e forçar a busca por casas para vender. Apartamentos à venda ou para alugar são, sim, ótimas pedidas, mesmo com a presença do condomínio compartilhado.

Tratando-se, sobretudo, dos imóveis para alugar, o importante é a franqueza. Todo negócio arquitetado pela Guaíra Negócios gira em torno da sinceridade e abertura para diálogo.

Um animal doméstico não é um problema – e jamais será tratado como tal. É preciso, porém, compreender que alguns cuidados são necessários, a fim de manter o zelo pelo imóvel alugado.

Seguindo estas pequenas dicas, cuidados e atenções especiais da Imobiliária Guaíra, você e seu melhor amigo de quatro patas poderão dividir um novo lar na tranquilidade, serenidade e sem o desespero por buscar casas para vender para evitar os problemas com moradores.

Gostou do nosso artigo? Veja nosso último também aqui!

DicasMercado ImobiliárioNegócios e Vendas

Como financiar um imóvel em 5 passos simples

Descubra como pode ser prático financiar um imóvel seguindo 5 passos simples que te poupam de problemas e arrependimentos futuros no financiamento imobiliário.

O momento que o país atravessa é um momento curioso: a crise econômica está acabando, mas os preços dos bens de consumo mais simples ainda estão altos, o que mantém o poder aquisitivo da população um pouco estagnado. Ainda assim, o setor imobiliário vem retomando seu crescimento de alguns anos atrás e vem se renovando em 2018.

Com essa retração da economia, após anos de crescimento, o que aconteceu foi simples: uma disponibilidade imensa de imóveis com preços variados, mas geralmente mais baixos. E é nessa hora que quem vinha se programando para comprar imóvel – seja novo ou usado – pode realizar o sonho do imóvel próprio por meio de um financiamento imobiliário, por exemplo.

O financiamento imobiliário representa um ótimo modelo para quem deseja comprar um imóvel, mas guardou pouco dinheiro para pagá-lo à vista, para quem ainda não conseguiu economizar o suficiente para quitar a compra de uma só vez, ou até mesmo para quem não quer utilizar as reservas financeiras da família, em um momento tão delicado do país como o atual.

Com isso em mente, você precisa ter certeza de algumas informações antecipadamente quanto ao financiamento para confirmar se você consegue assumir as parcelas de um financiamento para o imóvel que você deseja ou se ainda é necessário planejar um pouco melhor a compra.

Por isso, preparamos um guia super rápido com 5 passos simples sobre como você pode contratar um financiamento imobiliário sem erros.

Pré-requisitos
Antes de apresentar alguns passos para você decidir como fazer o financiamento imobiliário, vamos te mostrar o que você precisa inicialmente para fazer uma negociação dessas.

Você precisa preencher uma série de requisitos, por conta da necessidade de garantias por parte da instituição bancária ou da construtora, já que os valores da negociação geralmente são altos. Veja quais são esses requisitos:

>> Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, se estrangeiro, detentor de visto permanente no país;

>> Ser maior de dezoito anos ou emancipado;

>> Ter capacidade civil, ou seja, de acordo com o Código Civil, não ser menor de 16 anos, não apresentar enfermidade ou deficiência mental que impeça o discernimento ou que não esteja com capacidade para exprimir a própria vontade, mesmo transitoriamente, e que não seja ébrio habitual (consumidor frequente de bebidas alcoólicas) ou viciado em drogas;

>> Ter idoneidade cadastral, ou seja, nome limpo no mercado;

>> Não ultrapassar 80 anos e 6 meses na soma da sua idade ao prazo de amortização, o que é verificado para a cobertura do seguro habitacional;

>> Não ser proprietário e não estar em processo de compra de outro imóvel residencial na mesma cidade em que reside, caso queira utilizar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);

>> Ter capacidade de pagamento, o que você poderá comprovar na simulação que fará no próximo passo.

1- Defina sua opção de compra e o quanto pode gastar
Você basicamente tem 3 opções: um imóvel novo, um imóvel novo na planta ou um imóvel usado.

O imóvel novo é uma aquisição interessante, pois você será o primeiro morador. Além disso, você receberá um imóvel novinho em folha e pronto para decorar da forma que preferir.

O imóvel novo também é vantajoso caso você precise fechar um negócio com parcelas de valores maiores, pois existem linhas de crédito focadas especificamente em aquisições de maior valor e com parcelas relativamente maiores, só que apenas para imóveis novos.

A compra do imóvel na planta, diferente desse primeiro caso, é para quem busca um imóvel sem pressa alguma. Isso porque é preciso esperar um tempo considerável pela entrega do imóvel.

No entanto, comprá-lo na fase de planejamento, venda ou construção garante uma negociação com preços mais baixos por um imóvel novo que você aproveitará bastante.

Outra grande vantagem desse tipo de compra, é que as construtoras e incorporadoras oferecem a possibilidade de personalização do apartamento ou da casa, quando comprados na planta. Isso quer dizer que você pode escolher uma cozinha americana ou um espaço maior na lavanderia, enfim, tudo depende muito do que a construtora pode oferecer além dos melhores preços.

Já no caso dos imóveis usados, as financiadoras e bancos geralmente exigem que o comprador tenha 50% do valor do bem para pagar o preço da entrada. Isso, somado a outros detalhes, pode tornar a compra de um usado mais cara do que ela parece a princípio. No caso de imóveis mais velhos, por exemplo, existe a necessidade de reparos o que aumenta os custos ocultos de uma compra.

E além desses 3 pontos, você precisa considerar o quanto pode gastar na compra a priori. Se você vai comprar parcelado, por exemplo, é preciso analisar detalhadamente o orçamento familiar e a renda para não fazer loucuras. Lembre-se: o ideal é não comprometer mais do que 30% da renda familiar com o parcelamento de um imóvel, seja ele usado, novo ou na planta.

Você também precisa considerar os outros custos de uma aquisição imobiliária como as taxas e tributos sobre a transação. São impostos como o ITBI (Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis), a escritura pública – quando se quita um imóvel -, o registro do imóvel e as certidões imobiliárias.

2- Que documentos você precisa?
Aproveitando o assunto de documentos, é preciso estar atento aos documentos necessários para iniciar um financiamento imobiliário.

São documentos como a Matrícula, por exemplo, que é o documento base do imóvel, com todo o histórico do imóvel, desde sua origem. Você pode encontrá-lo no cartório de registros e conferir se o imóvel está realmente no nome da pessoa que está vendendo para você. Há também o Habite-se (Certificado de Conclusão de Obra), que garante que naquele terreno existe um imóvel, construído de acordo com uma planta aprovada pela prefeitura.

Outro documento importante são as certidões do vendedor, que mostra que não existem débitos do imóvel no nome do vendedor. Essas certificações são essenciais para evitar a penhora do imóvel usado ou novo que você adquiriu. Também é bom ter o comprovante de renda, para comprovar sua renda familiar para a instituição que vai liberar o financiamento.

Para saber se você pode ou não financiar um imóvel, clique aqui.

3- Considere o tempo total do financiamento

Depois de deixar a documentação toda em ordem, o contrato de financiamento deve levar uns 30 dias para poder ser assinado. Mas não se esqueça de considerar o valor total do financiamento: quantas parcelas você terá que pagar, até quando precisa se comprometer, vivendo de acordo com os ganhos, sem contrair dívidas, além de programar compras ou fazer compras maiores, como uma geladeira ou uma televisão, à vista.

4 Pesquise muito

O poder da pesquisa na hora de fazer uma boa compra é gigantesco. Por isso, comprar imóvel atualmente, sem realizar uma pesquisa minuciosa na web, é correr riscos enormes e se arrepender demais.

Mas o que é necessário pesquisar na hora de um financiamento imobiliário?

É preciso pesquisar, por exemplo, os índices e taxas aplicados à contratação de um financiamento de imóvel. São índices como INCC (índice nacional de custos da construção) que é calculado com base na evolução dos custos que giram em torno de se construir unidades habitacionais. Quem faz o cálculo é a FGV e é aplicado em contratos de imóveis na planta ou ainda em construção; o IGPM-M (Índice Geral de Preços do Mercado), um índice usado na compra de um imóvel diretamente com a incorporadora, que é usado para corrigir as parcelas que vencem após a entrega das chaves; e o TR (Taxa Referencial de Juros) que serve basicamente para ajustar as parcelas dos imóveis cujo financiamento é feito pelos bancos.

5- Mantenha o foco

Você precisa manter o foco depois de ter iniciado um financiamento imobiliário. Realizar o sonho exige uma série de mudanças na vida e uma delas é abrir de determinadas tentações de consumo e vontades momentâneas.

Uma dica essencial é buscar opções de lazer em parques, museus e locais culturais em geral que exijam poucos gastos. Fugir dos shoppings e das compras por impulso, apenas por estar no local.

Conclusão sobre financiamento imobiliário

Esses são os 5 passos simples para financiar um imóvel com um pouco mais de segurança. É lógico que existem outros pormenores e até por isso é indicado que na hora de fazer um financiamento imobiliário, você esteja bem assessorado para não cometer alguma imprudência no momento de fazer sua negociação.

Recorrer a uma imobiliária ou a um correspondente bancário bem conceituado para evitar dores de cabeça e arrependimentos no futuro é uma ótima ideia. Com isso, você realiza o seu sonho de ter um imóvel próprio sem problemas.

Gostou desse artigo? Veja o nosso último aqui!

Dicas

Plantas para decorar a piscina: confira as dicas da Imobiliária Guaíra

Decorar a piscina com plantas é sempre uma excelente ideia para deixar o
ambiente mais aconchegante e belo; veja essas dicas da Imobiliária Guaíra.

A Imobiliária Guaíra vê a primavera se aproximando e já começa a pensar em piscina.
Não podemos sentir aquele calorzinho chegando sem imaginar um bom banho para
refrescar o forte calor que nos espera.

Mas muito mais do que aproveitar a piscina, é importante também ter um espaço para
compartilhar. Contando com um paisagismo com plantas para decorar o belo recanto da piscina para um encontro de familiares e amigos pode ser possível até em dias cinzas.

Afinal, por que deixar uma temperatura baixa estragar o momento? Basta uma comidinha quente (ou alguns doces – ou os dois), uma bebida para degustar e um espaço bonito para aproveitar.

Pronto. A receita de um ótimo dia está feito. O melhor disso é que não são necessárias
mirabolantes ideias arquitetônicas para transformar o espaço da piscina em algo
confortável.

A Imobiliária Guaíra preparou um mix de dicas formidáveis para quem deseja dar um
tchan! na piscina. Decorar com plantas sempre traz aquele ar de harmonia,
tranquilidade, conforto e aconchego.

Que tal levar isso também para a sua casa e, claro, para sua piscina? Confira estas
ótimas dicas da imobiliária Guaíra para você!

Imobiliária Guaíra ensina como decorar a piscina com belas plantas

Anda achando a piscina um pouco sem graça? Pois bem, uma piscina merece um
paisagismo minimalista que a destaque, até porque a beleza dela merece tal ênfase.

Ideia minimalista, com alguns detalhes

Esse conceito é bastante usado para quem ocupa a maior parte do pátio com ladrilhos. As plantas simétricas nos cantos são um pequeno detalhe que fazem uma grande diferença.

Faça um exercício e imagine esta composição de espaço sem o decorar das plantas. Faz uma boa diferença, certo?

Esse primeiro exemplo é aquele ideal para mostrar como decorar com plantas faz uma
grande diferença no espaço. O ambiente não apresenta o verde como destaque, por isso é importante para a composição manter isso, pois não ficaria orgânico.

Outro ponto fundamental é se atentar ao espaço disponível. Neste, por exemplo, pequeno e simples, muitas plantas “poluiriam” o visual.

Grama, sombras e palmeiras

Por que não compor até mesmo os objetos com folhas? Esse belo guarda-sol é um
exemplo, e que pode ser feito em casa, artesanalmente.

Em um pátio gramado, nada como palmeiras e essa organização com quebra-sol que
harmoniza com o ambiente. Uma sombrinha às vezes é tudo o que se precisa num dia
quente de sol forte.

A Imobiliária Guaíra pode não ter os melhores especialistas em trabalhos artesanais,
mas pode sugerir que você componha sua piscina com essa maravilha de guarda-sol.

Afinal, é apaixonante ou não é?

O detalhe que apaixona

O que mais chama a atenção nesta imagem não são as árvores ao fundo ou as folhas que acusam adentrar na fotografia. O que chama a atenção é aquela pequena planta (que mais parece um pequeno galho) no vaso marrom.

O interessante de compor com esse tipo de planta é dar vida por meio dos pequenos
galhos. Marrom, discreto e ainda vívido.

Agrada muito o uso, principalmente percebendo o pequeno deck do outro lado da
piscina (igualmente em cor marrom) contrastando às pedras brancas. Tudo harmoniza.

Disposição ordenada das plantinhas

Tudo bem, a riqueza tomou proporções enormes para quem tem uma piscina interna.
Mas não é esse o detalhe chique que queremos mostrar.

O que a Imobiliária Guaíra recomenda, neste caso, é a disposição das plantas. Observe como cada uma ocupa um pequeno espaço.

Sem destaques maiores, sem necessidade de sobressaliência. As plantas deram o
destaque devido com o verde das folhas que glamourizam o ambiente como um todo.

As clássicas palmeiras e coqueiros

Por fim, a Imobiliária Guaíra fecha com chave-de-ouro. Não poderia faltar ela, a clássica palmeira ou ainda os coqueiros.

Dando todo aquele ar e charme de praia, os coqueiros e palmeiras deixam qualquer
ambiente perfeito. O detalhe faz parecer um pequeno Oasis nos fundos de casa.

A paz adentra a alma, e parece que essa combinação remete às melhores paisagens do Caribe. Ok, foi exagerado? Um pouco. Mas a combinação sempre impressiona e
proporciona um ar único, apesar de clássico.

A Imobiliária Guaíra pronta para ajudar nos detalhes

Seja dicas para o seu banheiro ou até mesmo indicar as melhores imobiliárias de Santo André. A Imobiliária Guaíra é, como diz o ditado, “pau para toda a obra”.

Pronta para ajudar o cliente, pronta para ser o braço direito de quem precisa. Pronta para auxiliar quem deseja olhar sua casa e finalmente repetir: “lar, doce lar”.

Gostou do artigo? Veja o nosso último aqui!

DicasLife Organized

Geladeira também precisa de organização!

Você pode não acreditar, mas a geladeira também pode e deve ser organizada!

Além da sensação maravilhosa ao abrir a geladeira e poder encontrar tudo rapidamente, manter o refrigerador limpo e organizado ajuda muito a conservar os alimentos, e conseqüentemente sua saúde.

Na desordem você acaba esquecendo alimentos no fundo da geladeira que acabam se estragando, além disso a forma de armazenar os alimentos influencia muito na conservação. Vou listar algumas dicas básicas que vão te ajudar a ter uma geladeira dos sonhos!

  1. mantenha o refrigerador sempre limpo (utilize um pano úmido com detergente para limpar e água + vinagre branco para desinfetar).
  2. elimine todas as sobras armazenadas a vários dias (evite manter por mais de 48hs).
  3. no momento da organização, use o critério de itens que precisam de maior refrigeração na parte superior (laticínios em geral, iogurtes …) e os que precisam de menos na parte inferior (legumes e verduras).
  4. mantenho tudo coberto em recipientes com tampa ou plástico PVC (não utilize papel alumínio).
  5. latarias não deve ser guardadas abertas. Armazene o conteúdo num recipiente de vidro ou plástico, devidamente coberto.
  6. guardar as verduras lavadas e bem secas num recipiente, com uma folha de papel toalha, ajuda a mantê-las conservadas por mais tempo.
  7. ovos não devem ser guardados na porta do refrigerador. A variação de temperatura pode comprometer a conservação.
  8. utilize a porta para armazenar itens de maior durabilidade como temperos, condimentos, sucos, água etc…
  9. na organização do freezer, mantenha carnes, frango e peixe em sacos plásticos e distante das formas de gelo evitando assim, que pegue gosto.
  10. dica infalível: para manter um aroma agradável, tenha sempre um potinho com baunilha no fundo da geladeira.

Se sua geladeira não está assim uma Brastemp de organizada, mãos a obra!

Gostou do artigo? Veja outras da Life Organized aqui também!

 

DicasMercado ImobiliárioNegócios e Vendas

Bellagio e outros três apartamentos em São Bernardo do Campo são destaques da Imobiliária Guaíra

O Bellagio, sem dúvidas, é o grande nome quando se fala em apartamento em São Bernardo do Campo, e a Imobiliária Guaíra tem ele e outros mais como destaque na cidade. Veja abaixo:

O Bellagio é, atualmente, o grande nome quando se fala em apartamentos em São Bernardo do Campo. Na região central, próximo ao Shopping principal, e em uma região privilegiada de uma das grandes cidades do ABC Paulista.

A Imobiliária Guaíra, no entanto, também apresenta seus grandes destaques além do Bellagio. O Bellagio, como sendo o grande nome do mercado atual, sempre é mencionado, a fim de estabelecer comparativos e as vantagens do empreendimento.

Como o Bellagio, porém, outras ótimas opções podem ser encontradas na região central da cidade. Apartamentos em São Bernardo do Campo estão em alta, uma vez que oferecem segurança, bom espaço e um preço pra lá de atrativo.

Apartamento em São Bernardo do Campo virou um investimento. É o que acontece com o Bellagio, com a alta procura em vista da boa localização de um imóvel que vai se valorizar ao longo dos anos.

Assim como a segurança, qualidade de vida, elegância e, claro, modernidade, o Bellagio e os outros três apartamentos de São Bernardo do Campo se justificam por si. Ótima localização, bom preço e potencial investimento.

Para qualquer mercado em baixa, o importante é adquirir e especular durante este momento. Para quando crescer, e evoluir, você ver o seu Bellagio muito mais valorizado do que quando o adquiriu a um preço atrativo.

Apartamentos em São Bernardo do Campo são destaques da Imobiliária Guaíra

A Imobiliária Guaíra sempre preza pela excelência. Para quem conhece o Bellagio, por exemplo, sabe que modernidade e a sofisticação casam perfeitamente no empreendimento.

Porém, o Bellagio é mais um dos grandes destaques da Imobiliária Guaíra. O trabalho é sempre com o Top dos Tops. Por isso, apresentamos outros excelentes apartamentos em São Bernardo do Campo

Apartamento no Jardim do Mar

Apartamento no site da Imobiliária Guaíra aqui

Excelente apartamento, com uma estrutura muito similar ao Bellagio, inclusive, apesar de menor. Contando com dois dormitórios, um banheiro, e uma vaga útil para garagem.

Distribuído em 40m2, o edifício ainda conta com segurança e tudo o que um lar precisa: estar pronto para entrar e morar. Sem dúvidas uma das ótimas opções de apartamento em São Bernardo do Campo.

Apartamento no bairro Assunção

Apartamento no site da Imobiliária Guaíra aqui

Um pouco mais afastado da região central, e ideal para quem tem família grande. MEnor que o Bellagio, é um apartamento em São Bernardo do Campo perfeito para quem deseja uma tranquilidade em zona afastada.

São dois dormitórios, contando com um banheiro. Um apartamento que conta com 53m2 de área útil, e tendo passado por uma reforma recente, em 2015.

Rua Marechal Deodoro

Apartamento no site da Imobiliária  Guaíra aqui

Esse é um meio termo do que apresenta o Bellagio e o menor dos apartamentos, devido ao seu tamanho e estrutura. São 104 m2 de área útil e 124 m2 de área total.

Pode ser um pouco maior do que o Bellagio, mas conta apenas com uma área pouco aproveitada. Por outro lado, as duas vagas de garagem são um item bem atrativo, sobretudo para quem tem dois carros para passeio e viagem.

O Bellagio como o grande destaque da Imobiliária Guaíra no centro de São Bernardo do Campo

O apartamento Bellagio é, sem dúvidas, a grande oportunidade para um investimento pensando no futuro. Construído na região central, ele oferece ainda toda a tranquilidade de uma vida no subúrbio.

Com preço atrativo, os apartamentos Bellagio ainda contam com uma varanda gourmet e com dois dormitórios, sendo uma suíte. Em uma região tão valorizada, e que só cresce, o preço para ter um Bellagio atrai qualquer um.

Apartamento em São Bernardo do Campo, com essa qualidade, praticamente é só no Residencial Bellagio. A modernidade, a decoração sofisticada e a localização a 200 metros do São Bernardo Plaza Shopping são alguns dos vários atrativos.

Localizado na Rua Quinze de Agosto, o Residencial Bellagio tem tudo o que é necessário para viver em São Bernardo do Campo. O Bellagio é, sem dúvidas, um dos melhores do mercado, sobretudo com os 66m2 de área útil muito bem aproveitados.

O apartamento Bellagio, portanto, é a certeza de um bom investimento. É aquela casa com ar de “lar, doce lar”. É o apartamento no centro de São Bernardo do Campo ideal para quem deseja uma vida tranquila, e ainda assim próximo do “agito”.

Quer contatar a Imobiliária Guaíra e fazer uma visitação ao Residencial Bellagio? O Bellagio está pronto para entrar e morar, e assim que o contrato for assinado, as chaves do seu excelentíssimo Bellagio estarão em suas mãos.

Gostou do artigo e quer conhecer o Residencial Bellagio? Clique na figura abaixo!
São ótimos preços e condições, veja você também!