More mais perto da natureza: comprar ou alugar chácara ou sítio?

Qual a melhor opção: compra ou aluguel? Descubra as peculiaridades de cada uma delas.

Depois de alguns anos morando na cidade ou depois de se aposentar, algumas pessoas têm aquele momento em que pensam: preciso morar em um lugar mais tranquilo, morar mais perto da natureza. E aí vem aquela dúvida: vale a pena comprar ou alugar uma chácara ou sítio? O que eu preciso levar em consideração na hora de tomar essa decisão?

Se afastar da vida agitada da cidade tem seus benefícios, mas é difícil  tomar a decisão de se mudar para uma chácara ou um sítio e é preciso bastante planejamento para fazer a escolha certa, com um preço ideal que caiba no bolso.

No post de hoje, vamos apresentar os prós e os contras de comprar ou alugar um sítio ou uma chácara e vamos te ajudar a tomar a decisão da forma mais acertada possível.

Qual é o seu objetivo?

A primeira pergunta é: qual é o seu objetivo com essa compra ou com esse aluguel? Você pretende ter um refúgio para os finais de semana apenas com a sua família? Ou pretende ter um espaço para chamar a família toda e fazer um churrasco, com espaço para a criançada brincar, jogar bola, piscina para nadar, enfim.

Você quer morar se afastar da vida agitada da cidade e morar mais próximo da natureza para ter contato com os animais e ter sua própria plantação? Ter mais ar puro no dia a dia e se desestressar?

Esse é um dos primeiros passos para tomar a decisão: entender seu objetivo com essa compra ou com esse aluguel. Isso porque sem um objetivo pré-determinado, não faz sentido fazer esse investimento, já que se trata de um valor consideravelmente alto a ser desembolsado inicialmente.

Qual a diferença entre chácara e sítio?

Apesar de parecerem muito, eles têm diferenças consideráveis no que se refere ao terreno: um sítio geralmente possui uma área de 5 a 40 alqueires e pode ser usado tanto para ter uma plantação quanto para o lazer da família. É comum ser dono de um sítio e ainda ter uma casa na cidade, usando o sítio aos finais de semana, feriados e férias para aproveitar o contato com a natureza.

Já a chácara possui uma área máxima de 5 alqueires e geralmente possui uma casa principal e um galpão para cultivar animais ou uma área reservada ao cultivo de frutas, legumes e vegetais. É costumeiramente usada para o lazer, mas pode ter espaço para os dois lados: o lazer e o cultivo de animais e alimentos.

O que preciso me atentar

> O estado de conservação: não dá para comprar ou alugar um imóvel desse tamanho sem qualidade no que se refere ao estado de conservação do mesmo. Uma casa com infiltração, oxidação ou alguma parte apodrecida por conta do mau uso e má conservação, não é agradável.

O proprietário que pretende vender ou alugar o espaço precisa manter a chácara ou sítio conservado, fazendo reformas periódicas e buscando mantê-la pronta para uma venda. Isso porque quem geralmente aluga frequentemente o mesmo espaço, acaba o comprando, quando percebe que a qualidade é alta.

> Localização: preze também ela localização. É ideal pegar um lugar que seja afastado da cidade, mas que você não demore mais do que 1 hora para chegar de carro, já que fazer uma viagem tão longa para chegar em uma chácara ou sítio pode acabar sendo desanimador se feito várias vezes no mês. Preste atenção também no comércio e nos estabelecimentos ao redor da chácara ou sítio como padarias, mercados, postos de gasolina, entre outros.

> Considere todos os gastos: não esqueça de pensar nos gastos extras que vai ter de agora em diante alugando ou comprando uma chácara ou sítio. Escolher um local gigantesco pode não ser a melhor opção se o dinheiro para pagar as contas ainda é uma preocupação sua. Coloque tudo na ponta do lápis e planeje bem antes de tomar qualquer decisão. Você precisa considerar os custos com manutenção – da piscina à casa – água, luz, gás e, em alguns casos, um caseiro para cuidar do espaço enquanto você não está lá.

Comprar ou alugar?

Se o seu objetivo é morar lá – suponhamos que você se aposentou -, com certeza vale a pena comprar a chácara, de acordo com suas finanças disponíveis. Mas se pretende aproveitar alguns finais de semana, feriados e as férias escolares, por exemplo, alugar pode ser a melhor opção.

Mas comprar, se você possui capital suficiente para adquirir o imóvel e mantê-lo, pode valer a pena por alguns motivos a mais além de aproveitar para descansar e desestressar, ou para morar mais perto da natureza. Ter uma chácara também ser uma fonte de renda extra no final do mês também.

Isso é possível, pois muitas pessoas têm interesse em alugar o espaço momentaneamente para celebrar festas, despedidas de solteiro, ou aproveitar um feriado ou a época de temporada. Vale a pena pensar na chácara como um investimento, já que você e sua família não irão o tempo todo para o local.

Essas considerações são ainda mais válidas também para o sítio, já que ele geralmente é maior em área. No caso dos sítios, é possível até mesmo alugar o espaço para casamentos, uma tendência muito forte atualmente.

No caso de optar pela compra, nunca se esqueça de separar um valor anual ou mensal para fazer a manutenção da residência e da propriedade de uma forma geral. Não deixe os gastos se acumularem ou você não terá dinheiro para manter sua propriedade em ordem e verá ela se deteriorar aos poucos.

Como você pode perceber, comprar ou alugar são ambas boas opções e ter uma chácara ou um sítio varia do seu objetivo com esse novo imóvel. O essencial aqui é decidir o que quer, analisar os custos e fazer um bom planejamento para não se arrepender mais tarde. Depois disso, é só aproveitar.

Gostou desse artigo? Veja o nosso artigo sobre“Como financiar um imóvel Aqui”
e se você ainda tem dúvidas sobre comprar ou alugar, acesse nosso eBook abaixo:

Um comentário

Deixe uma resposta