Como conquistar o sonho da casa própria

A Imobiliária Guaíra quer responder a pergunta mais feita ao longo dos anos 1980 e 1990. Afinal, quem nunca ouviu nos canais de TV Aberta que o sonho do brasileiro era a tão almejada casa própria?

Para muitos esse sonho ainda é distante, mas ele pode se aproximar consideravelmente com algumas destas dicas.

Com uma economia bastante instável e um mercado imobiliário sensível, viver no Brasil, por meio de aluguéis, é um risco. Sob a ótica dessas condições, o sonho da casa própria é almejado por todos os brasileiros que ainda precisam pagar aluguel.

Pensando nisso, a Imobiliária Guaíra separou alguns passos a serem seguidos visando realizar esse sonho. Enfim, como conquistar o sonho da casa própria num país com mercado imobiliário sensível? A Guaíra Imóveis tem os passos!

4 dicas de como conquistar o sonho da casa própria – segundo a Imobiliária Guaíra

A partir das definições das vantagens e desvantagens, separamos quatro dicas de como alcançar o sonho da casa própria. Para isso, elencamos quatro ideias plausíveis para você se livrar de vez dos aluguéis.

Economizar tendo em vista uma meta

Claro que economizar é sempre a chave para qualquer forma de acumular dinheiro. Entretanto, muitas vezes as pessoas não se dão conta das várias pequenas coisas que acabam evitando a economia.

Taxas de cartão de crédito, anuidade de bancos e comer fora de casa em dias de trabalho. Esses são três hábitos a se abolir para uma economia de quase R$ 150 a R$ 200 todo o mês.

Consórcio para os pacientes

O consórcio funciona como um financiamento grupo. A partir dele, pessoas reúnem suas economias visando os objetivos, e resgatam o bem imóvel por meio de lances ou sorteios.

A vantagem está na ausência de taxa de juros (apenas taxa administrativa). A desvantagem é o tempo necessário a se aguardar, a além de exigir uma programação.

Investir para aplicar

Essa dica está alinhada à primeira. Economizar, investir e ver o retorno destinado a poupar pela casa própria. Atualmente quase 50% dos brasileiros aplicam seus ganhos em alguma fonte de renda.

É preciso ter disciplina, contudo, atualmente, robôs já são capazes de controlar investimentos de acordo com o nível de risco que cada pessoa arrisca.

Financiamento: o mais popular

O financiamento é o método mais popular para compra da casa própria no Brasil. É possível, no país, financiar até 80% do valor total da casa. Assim, a entrada torna-se menor, embora uma dívida seja feita por quase toda a vida.

Embora seja um método popular de compra de casa própria, o financiamento apresenta uma taxa de juros muito elevada. Apesar disso, ainda é o método mais praticado por quem deseja comprar a casa própria.

5 vantagens do financiamento

Por ser o mais popular, o financiamento é a opção mais viável, e pode ser aliado das economias. Afinal, com a possibilidade de uma entrada de 20% do valor total do imóvel, é mais provável economizar R$ 40 mil do que R$ 200 mil.

  • Escolhido o imóvel, aprovado o financiamento e assinado o contrato, é imediata a mudança para a residência desejada;
  • Forma mais segura de comprar o imóvel, já que o banco é quem lidará com o pagamento dos ativos;
  • É possível utilizar o FGTS como pagamento de parte do financiamento;
  • Aumento do patrimônio, uma vez que o imóvel já é seu;
  • Saída do aluguel, e o alívio de conquistar o sonho da casa própria;

Imobiliária Guaíra incentiva o sonho da casa própria

Quem não quer deixar de vez o aluguel? Talvez esse seja o maior desafio ao longo da vida: ver-se livre dos compromissos mensais de pagar aluguel. O sonho da casa própria pode (e vai) acabar com isso.

Por esse motivo, vale a pena fazer aquela economia, organizar-se, programar-se e dar entrada em um financiamento. Afinal de contas, antes pagar mensalmente algo que é seu do que manter-se pagando algo que pertence à outra pessoa.

Se você ainda tem dúvidas de como conseguir a sua casa própria, entre no site da Imobiliária Guaíra e contate-nos

Fale com um de nossos corretores! (saiba também o que é um corretor de imóveis aqui!)

Deixe uma resposta