Tudo o que você precisa saber antes de morar em apartamento

Morar em apartamento pode, sim, ser as mil maravilhas, sem dúvidas. No entanto, na mesma intensidade pode ser o verdadeiro caos.

Antes de decidir por casa ou apartamento, por que não pesquisar de forma aprofundada sobre cada um? Afinal, ambos têm seus pontos positivos, como também negativos.

Tratando especificamente do apartamento, há algumas coisas certas que você terá de enfrentar. Regras, vizinhos, obrigações e até mesmo reuniões.

Obviamente muito mais do que isso vem na bagagem de morar em apartamento. Há inúmeras benesses, mas também responsabilidades.

Pensando nisso, a Imobiliária Guaíra decidiu abordar tudo o que você precisa saber antes de decidir morar em apartamento.

Afinal, você quer morar em casa ou morar em apartamento? A Imobiliária Guaíra te ajuda a sanar essa dúvida.

O que é necessário saber antes de morar em apartamento?

Existem algumas coisas que precisam ser destacadas antes de morar em apartamento. Quase como “coisas que ninguém te fala sobre morar em apartamento”.

Afinal, querendo ou não, você divide uma espécie de quarto (no caso o seu apartamento) com diversas outras pessoas em uma casa maior (no caso o condomínio).

Então, com certeza, é algo bastante diferente, e uma mudança significativa, sobretudo para quem morou muito tempo em casa.

Confira, então, sete coisas que as pessoas nunca te falam sobre morar em apartamento.

Segurança é muito maior

A segurança de um condomínio é muito maior, sobretudo quando há porteiros, câmeras e vigilância durante 24 horas. É muito mais seguro fechar a porta de casa e sair tranquilo quando se mora em apartamento.

O lazer é potencializado

Achou que só viria coisas negativas? Claro que não, afinal, as vantagens da segurança e do lazer são definitivamente ótimas.

Isso porque, em grande parte dos casos, condomínios são construídos em locais próximos a parques, restaurantes e até shoppings, dependendo da sua cidade.

Por esse motivo o lazer é realmente potencializado, uma vez que morar em casa exige afastar-se um pouco dos grandes centros.

Possibilidade de criar um círculo de amizades

Dividindo um grande local com pessoas, você acaba conhecendo novas personalidades, e a possibilidade de criar novos laços é facilitada.

Além disso, é ainda melhor quando você é um estudante e encontra em outros moradores pessoas da mesma idade que você.

Falta privacidade, é verdade

Janelas, ruídos e proximidade. É, definitivamente esse é um ponto negativo a se ter nos apartamentos. Com as janelas muito próxima, as paredes costumeiramente finas e a proximidade de portas, a privacidade diminui.

Por esse motivo é necessário acostumar-se com a ideia de que seu vizinho pode muito bem ouvir quando você prepara um suco de laranja matutino, por exemplo.

Barulho, e às vezes nem um ruído

O horário de silêncio é uma regra que deve ser seguida. Para alguns condomínios, há uma tolerância, enquanto para outros é zero!

Por isso é sempre bom respeitar ao máximo o vizinho de porta, o de cima e o debaixo, a fim de não criar atritos.

Democracia impera

Uma decisão que não parece boa para você pode parecer para a maioria, e é necessário respeitar isso. A democracia impera nas decisões de condomínio.

Dessa forma, é fundamental compreender que a maioria decidindo é o que deve ser feito.

Todos têm responsabilidades

Por fim, todos têm suas responsabilidades, que abrangem seus direitos e seus respectivos deveres. Jogar o lixo no local correto, respeitar as áreas em comum, bem como as regras impostas no prédio.

Pensando nesse conjunto de vantagens e desvantagens, decidir por morar em apartamento pode se tornar algo mais prático.

Afinal, pelo que você preza quando escolhe um local para chamar de lar? É essa característica que deve fisgar você.

Gostou do artigo? Deixe um comentário!

Veja também nosso artigo sobre: morar em casa ou em apartamento, qual é o melhor para você!

Deixe uma resposta