Você já conhece a cozinha integrada? Nova tendência está dando o que falar!

Você já conhece a cozinha integrada? Nova tendência está dando o que falar!

A cozinha integrada virou uma febre em projetos arquitetônicos de imóveis compactos ou mais amplos. Veja mais sobre a tendência e os seus benefícios!


Que tal entender melhor sobre a tendência da cozinha integrada? Como sabemos, esse é um dos principais cômodos de uma residência — onde preparamos as nossas refeições, nos reunimos com os convidados ou, simplesmente, reservamos um tempo para nos aproximar da família.

Fato este, que faz com que, a cada temporada, diferentes novidades surjam com o propósito de tornar a rotina dos moradores mais prática, além de valorizar o ambiente e o seu projeto arquitetônico. Desta vez, a proposta é integrar a cozinha com outros cômodos, como a sala de estar, de jantar ou a varanda.

E foi por essa razão que criamos o post de hoje. Pensando em deixar os nossos leitores por dentro do assunto, trouxemos um mix de informações a respeito do tema. Abaixo, conheça tudo sobre a cozinha integrada e algumas dicas para investir na ideia!

A origem da cozinha integrada nos projetos arquitetônicos

Há alguns anos, era muito comum encontrar projetos arquitetônicos em que as cozinhas eram completamente separadas dos demais ambientes da casa. 

Antigamente, as pessoas enxergavam esse espaço como um local exclusivo para o preparo de refeições e demais serviços rotineiros de um lar. Ou seja, a área se mantinha sempre isolada.

Mas, o tempo passou e a visão de muitas famílias foi se modificando, assim como as suas relações. Se antes, a mulher era a única responsável pelos afazeres domésticos, agora, todos os integrantes possuem as suas obrigações. 

É claro que a arquitetura também precisou enxergar essa transformação, para então, desenvolver ambientes capazes de conversar com esse novo perfil de consumidor. Foi então que surgiu a tendência da cozinha integrada.

Muito comum dos Estados Unidos, a proposta chegou há pouco tempo no Brasil — junto com a chamada “gourmetização” de certos espaços, como a varanda. A ideia, como o seu próprio nome já mostra, é criar uma área que seja integrada com o restante da residência, possibilitando a interação de todos os indivíduos, facilitando a circulação de pessoas e outros benefícios imperdíveis.

As suas principais vantagens

E por falar em benefícios, que tal conhecer os pontos positivos dessa forte tendência? Aqui, já podemos dizer que a cozinha integrada é um conceito que consegue ser aplicado em cômodos dos mais variados tamanhos. Inclusive, esta tem sido uma solução incrível para famílias que vivem em apartamentos pequenos e desejam otimizar o espaço do local.

Ainda não podemos esquecer, que a proposta se encaixa perfeitamente para os moradores mais sociais, que adoram organizar recepções diversas. Ao investir na novidade, você conseguirá observando todas as conversas e demais atividades que estão acontecendo em outros ambientes — sem que, para isso, seja preciso interromper as suas tarefas na cozinha.

Quer ver um exemplo? Imagine que você está recebendo visitas e, ao mesmo tempo, preparando alguns petiscos para servir. Enquanto isso, você conseguirá conversar com os seus amigos e familiares, acompanhando o assunto e tornando a recepção mais acolhedora.

E não termina por aí: para quem é apaixonado por decoração, essa é uma excelente oportunidade de inovar no visual do lar. Com a cozinha integrada, será possível criar espaços com o mesmo estilo ou que se comuniquem entre si.

Em outras palavras, este é mais um recurso para tornar o seu imóvel personalizado e valorizado com o tempo.

Diante de todos esses fatores, concluídos que a cozinha integrada proporciona muitos diferenciais aos seus moradores. Entre eles, destacamos:

  • a possibilidade de interagir mais com os seus amigos e familiares;
  • a cozinha integrada é ótima para otimizar o espaço;
  • você terá mais praticidade ao longo da semana;
  • o seu ambiente se tornará mais funcional, sempre de acordo com as necessidades de todos os integrantes da casa.

Dicas exclusivas para a sua cozinha integrada

Não tem jeito: quem conhece a tendência da cozinha integrada, rapidamente, deseja abraçar essa novidade.

Contudo, antes de iniciar o seu projeto de ambientação, é essencial conferir algumas dicas que, no dia a dia, farão toda a diferença na experiência e o bem-estar da família. Abaixo, separamos alguns pontos importantes e que merecem a sua atenção. Anote!

Menos é mais

Um dos segredos para montar uma cozinha integrada de sucesso, é seguir o conceito de “menos é mais”. Isso quer dizer que você precisará evitar exageros, utilizando somente os utensílios que, de fato, apresentam uma boa serventia em sua rotina.

Depois, é interessante manter o espaço em ordem — até porque, estamos falando de uma área aberta e que pode transmitir a sensação de desorganização. Evite o acúmulo de louça, mantenha a bancada sempre higienizada e disponha os eletrodomésticos de forma inteligente.

Zero fumaça

Daqui para frente, é interessante criar uma boa estrutura. Isso porque, a fumaça e o cheiro de gordura originários da cozinha podem causar um certo desconforto para quem estiver na sala e outros cômodos. 

Não quer passar por esse tipo de situação? Sendo assim, considere adquirir uma boa coifa — um acessório ideal para filtrar o ar de um ambiente e acabar de vez com o cheiro desagradável. Outra opção interessante é o depurador, uma versão mais simples e acessível, mas que carrega a mesma proposta.

Materiais naturais

Um bom truque para ampliar o espaço e deixá-lo com um ar aconchegante, é recorrer ao uso dos materiais naturais, como a madeira. Atemporal, esse elemento pode ser aplicado tanto na mobília, quanto nos revestimentos.

Já para que o resultado não fique carregado demais, também indicamos a inclusão de acessórios e revestimentos metálicos. Luminárias, eletrodomésticos, relógios de parede e banquetas cumprem bem essa função.

Bônus

Não deixe de contar com o acompanhamento de um profissional da área — o arquiteto. Ao ter esse especialista ao seu lado, você conseguirá montar a sua cozinha integrada com mais tranquilidade, além de se prevenir contra o desperdício e ter a segurança de estar fazendo as melhores escolhas de materiais. É um investimento que vale a pena!

E então, gostou de conhecer as características da cozinha integrada e como essa febre pode fazer parte do seu imóvel? Acredita que será fácil apostar no conceito e aproveitar os seus diferenciais?

Comente no post e divida a sua opinião conosco. Vamos adorar conhecer mais sobre os nossos leitores e clientes!

Deixe uma resposta