Tipos de escadas para casa: conheça os modelos mais comuns

Existem vários tipos de escadas, cada qual indicado para um projeto diferente. Veja o post e descubra a melhor opção para o seu lar!


No universo da arquitetura, os profissionais devem sempre considerar os diferentes tipos de escada logo na fase inicial de um projeto. Atualmente, temos muitos modelos disponíveis — com propostas distintas de design.

Mas é óbvio que não é só isso. Tais estruturas são partes essenciais para ambientes que contam com algum desnível ou, até mesmo, possuem diferentes pavimentos. Ao incluir uma bela escada nessas áreas, é possível ter mais segurança e, claro, praticidade, para se deslocar entre uma área e outra.

Se você acabou de adquirir um novo lar, essa é uma ótima oportunidade para conhecer as versões mais utilizadas, seja em ambientes internos ou externos. Abaixo, te contamos tudo sobre o assunto. Para se atualizar, continue conosco e anote as dicas!

As informações básicas sobre os tipos de escadas

Antes de conhecer os principais tipos de escadas, é importante entender alguns detalhes dessas estruturas. Normalmente, os modelos são classificados conforme o seu desenho — composto pelos degraus, corrimão e guarda-corpo.

Fato essencial para permitir que essas peças consigam suprir as mais diversas necessidades de um cômodo, independentemente do seu tamanho, localização ou proposta de decoração.

Já sobre os materiais, esses tipos de escadas apresentam uma complexa variedade de elementos. Na maioria das vezes, elas surgem em madeira, ou então, em concreto, metal e por aí em diante. Durante a escolha da sua, será essencial considerar as suas necessidades, assim como, o lifestyle dos moradores e as suas preferências.

Agora, se o local necessitar de mais segurança, a solução é sempre recorrer aos materiais mais resistentes. Esse é o caso do concreto, do mármore e da alvenaria, que são ideais para imóveis onde há crianças ou idosos.

O seu objetivo é construir um guarda-corpo em vidro? Então, tome cuidado. Para evitar dor de cabeça no futuro, será preciso ficar de olho nas normas exigidas pela ABNT — órgão que regulamenta o uso dessas estruturas e materiais. Veja:

  • Regras para guarda-corpos: ABNT/NBR 14718;
  • Regras para projetos em estruturas de madeira: ABNT/NBR 7190.

Tipos de escadas: os 6 modelos mais usados do momento

Também costumamos dizer que existem outros detalhes que diferenciam um tipo de escada de outro. Aqui, destacamos o número e a direção dos lances, além da disposição de seus degraus. Entenda quais são as opções mais utilizadas e defina a que se encaixa melhor em seu projeto.

1. Tipos de escada: reta

Primeiramente, vamos mostrar o modelo mais conhecido de escada — o reto. Fácil de identificar, essa opção é construída em uma só direção e, portanto, pode ser uma solução incrível para ambientes compactos.

Vale ressaltar que, mesmo se a estrutura apresentar mais lances, ela não mudará de direção. Em outras palavras, essa versão não apresenta viradas e, tampouco, curvas. Para que o seu visual fique bem equilibrado e harmonioso, é interessante incluir essa solução em cômodos retangulares. O resultado será impecável!

2. Tipos de escada: em L

Temos aqui mais um modelo igualmente conhecido. A escada em L é caracterizada por apresentar uma virada de 90º de altura, seguindo para o próximo pavimento do imóvel.

Tal transição é realizada a partir da inclusão de um patamar ao longo do trecho onde ocorre o desvio. Também existe a possibilidade de fazer esse desvio de maneira gradual, investindo no uso de degraus em formato de triângulo.

Hoje em dia, este é um dos modelos mais versáteis e democráticos que existem, uma vez que pode ser integrado em ambientes pequenos ou grandes.

3. Tipos de escada: em U

A escada em U conta com uma linha reta que, em determinado momento, muda de direção, fazendo um ângulo de 180º. Essa alteração pode acontecer em diferentes pontos da estrutura — seja no começo, no meio ou no fim. Não à toa, o seu nome diz respeito ao visual da escada, que ao ser vista de frente é muito parecida com a forma da letra U.

Dependendo do espaço, ela pode receber mais um lance no centro, criando uma divisão do patamar em duas partes distintas. É uma versão que ocupa mais espaço, contudo, fica ótima quando encaixada em um hall de entrada planejado ou em salas de estar.

4. Tipos de escada: circular

A escada circular, como o seu próprio nome revela, apresenta um formato em curva e fica excelente quando adicionada em espaços amplos.

Para quem não sabe, essa opção foi uma das primeiras que apareceram no mundo da arquitetura, especialmente, nas construções medievais — sendo os castelos um bom exemplo disso.

Os seus lances e degraus costumam mudar de direção de modo aleatório, formando caminhos sinuosos, mas sem perder a suavidade. Logo, essa também é uma alternativa interessantíssima para projetos de ambientação compostos por linhas orgânicas.

E aí, gostou? Como vimos, existem diferentes tipos de escadas no setor da arquitetura. 

Durante o seu planejamento, procure analisar atentamente as características de cada uma para garantir um efeito certeiro. Vai valer a pena. Caso queira continuar recebendo outras dicas como essas, assine a nossa newsletter. Nos vemos em breve!

Deixe uma resposta