Comprar ou alugar um imóvel: pontos que você precisa considerar!

Comprar ou alugar um imóvel: pontos que você precisa considerar!

Trouxemos algumas dicas exclusivas para que você descubra, de uma vez por todas, se é melhor comprar ou alugar um imóvel. Não deixe de conferir!


Se existe uma dúvida comum entre os moradores atuais é “será que devo comprar ou alugar um imóvel?”.

Isso acontece, porque essa decisão, muitas vezes, não é analisada apenas pelo viés financeiro, mas também, por outros fatores que pesam bastante durante um planejamento, como o lado emocional.

Como sabemos, os nossos sonhos podem impactar diretamente em muitas tomadas de decisão. E, aqui, o desejo de conquistar a casa própria costuma falar mais alto. Por outro lado, é preciso considerar os processos burocráticos, a verba disponível e muitos outros detalhes. Ou seja, você terá que reservar um tempo exclusivo para pesquisar e analisar cada caso.

Costumamos dizer que não há “certo” ou “errado” nesse processo. Tudo depende das necessidades, expectativas e vontades de cada indivíduo. Por isso, decidimos trazer para o post algumas informações essenciais e capazes de te auxiliar nesse momento. É só acompanhar a leitura e saber mais!

Comprar ou alugar um imóvel: as vantagens de cada alternativa

Tanto os compradores, quanto os locatários de propriedades podem aproveitar benefícios exclusivos em ambas as modalidades. O ideal, é saber quais são eles e o que deve ser considerado ao optar por um ou outro. Vamos lá?

Comprar um imóvel

Para comprar a tão esperada casa própria, os usuários tendem a recorrer ao financiamento imobiliário. Hoje em dia, este é o método mais acessível disponível, já que muitas pessoas não possuem dinheiro suficiente para pagar essa aquisição à vista. Em seguida, vem o consórcio de imóvel, que também é amplamente procurado como uma forma de obter crédito habitacional. 

Podemos dizer que o financiamento conta com um processo um tanto burocrático, já que você precisará apresentar uma série de documentos, comprovar renda e garantir de que não há nenhuma restrição em certos órgãos, como o Serasa e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Também vale destacar, que o processo é longo, uma vez que os pagamentos das parcelas podem se estender por muitos anos, exigindo que os compradores tenham um bom preparo financeiro e estejam prontos para lidar com a variação de taxas e juros.

Mas, é claro que não acabamos por aí. Existem algumas vantagens ao optar por esse modelo. Entre as principais delas, podemos destacar:

  • o investimento na casa própria é seguro e apresenta boa liquidez;
  • você terá a possibilidade de se livrar de vez do aluguel;
  • será possível aumentar o seu patrimônio;
  • o dinheiro investido terá grandes chances de se valorizar com o tempo;
  • como proprietário, você terá mais liberdade para reformar ou fazer adaptações diversas no empreendimento.

Alugar um imóvel

Em contrapartida, está o aluguel. Ao abraçar essa solução, o inquilino tem mais mobilidade, especialmente, se ele possui um trabalho ou lifestyle que o impede de passar um longo período no mesmo local.

Entretanto, não estamos falando de um empreendimento próprio. Por isso, é possível que haja períodos de tensão entre o locatário e locador, seja em relação às adaptações do espaço ou formas de pagamento. Em casos extremos, esse cenário ainda pode levar ao despejo do inquilino sem nenhum tipo de aviso prévio.

Contudo, isso não quer dizer que você só terá preocupações ao apostar nessa solução. Ao alugar uma propriedade, também existem vários benefícios que merecem ser destacados. Veja alguns deles:

  • será mais fácil fazer a mudança quando houver a necessidade. Afinal, basta entregar o imóvel ao proprietário, sem se preocupar com os custos de venda ou negociações no mercado;
  • você terá pouca manutenção. Isso acontece, uma vez que a casa ou apartamento alugado é de responsabilidade do dono, e não do inquilino;
  • o investimento é baixo, especialmente, para quem deseja sair de casa e não possui muito dinheiro no banco;
  • será possível escolher um imóvel incrível e por um preço que cabe em seu bolso;
  • você conseguirá economizar o seu orçamento para, no futuro, comprar a sua casa própria.

Como encontrar a melhor solução

Como citado, não existe uma “melhor opção” padrão entre comprar ou alugar um imóvel. A escolha dependerá da sua realidade financeira, dos seus objetivos e de demais detalhes de seu estilo de vida. 

Para conseguir escolher o caminho certeiro e evitar arrependimentos, é preciso pensar sempre a longo prazo, sem deixar de considerar as vantagens e desvantagens de cada modalidade.

Você possui uma boa verba disponível, mas tem pressa em se mudar? Tudo bem! Recomendamos, então, que alugue um empreendimento e, em paralelo, separe o dinheiro para conseguir dar de entrada em uma casa ou apartamento próprio. 

Caso decida investir essa quantia em uma aplicação com boa liquidez e rentabilidade, será ainda mais fácil conquistar o montante necessário para iniciar a realização de seu sonho.

Já se você não é uma pessoa disciplinada em guardar as sobras do orçamento no fim do mês, considere apostar no consórcio imobiliário ou financiamento. Atualmente, existem várias modalidades com parcelas capazes de se encaixar nos mais diferentes perfis de compradores.

E independentemente da alternativa escolhida, tenha em mente que um bom planejamento é o segredo para o sucesso. Com esse cuidado, você terá um maior conhecimento a respeito de sua renda e conseguirá investir na opção ideal. De qualquer modo, ainda separamos um checklist que pode te ajudar nessa tarefa:

  • analise a relação entre o valor da propriedade e o preço do aluguel;
  • veja quanto dinheiro você possui para investir no fim do mês;
  • analise a possibilidade de contar com a renda de outra pessoa para tomar essa decisão, como um(a) parceiro(a);
  • confira todos os pré-requisitos exigidos ao comprar um alugar um imóvel;
  • pesquise bastante, até encontrar a propriedade ideal e por aí em diante.

Viu só? Agora, não há mais desculpas: com essas informações em mente, ficará mais fácil decidir entre comprar ou alugar um imóvel. 

Se gostou das nossas dicas e quer continuar acompanhando outros conteúdos como este, aproveite para seguir a Guaíra Negócios Imobiliários no Facebook e Instagram. Nos vemos lá!

Um comentário

Deixe uma resposta